Quem pode fazer cadastro no Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida é um programa criado pelo Governo Federal que visa auxiliar famílias brasileiras de baixa renda a conquistar o sonho da casa própria através de subsídios. Muitas famílias já foram beneficiadas pelo programa, mas para ter direito a ele é necessário preencher alguns requisitos. Descubra a seguir quem pode realizar cadastro no Minha Casa Minha vida.

De 2009 para o último ano, mais de 27 milhões de brasileiros foram contemplados pelo Minha Casa Minha Vida. O programa oferece muitos benefícios na hora de adquirir sua casa própria. Além do subsídio, quem estiver cadastrado no Minha Casa Minha Vida também terá direito a taxas de juros consideravelmente menores.

O projeto não serve somente para as famílias que querem sair do aluguel, é viável também para quem quer sair das zonas de risco. Mesmo as pessoas que fazem parte do programa bolsa família podem participar.

Quem pode se inscrever

Para poder fazer parte do Minha Casa Minha vida é necessário:

  • Ter uma renda familiar de até 7 mil reais. O valor da renda familiar corresponde ao somatório da renda individual de todos os moradores de uma mesma casa.
  • Não ter se beneficiado de nenhum outro programa de habitação familiar. É importante não ter utilizado de nenhum serviço semelhante de incentivo do Governo Federal.
  • Não ter imóvel nem casa própria no seu nome. Quem está em busca da primeira residência própria não terá problemas para se inscrever.
  • Apresentar comprovação de renda. É obrigatório apresentar um documento que comprove a sua renda familiar.

Como se inscrever

Se você se encaixa nos requisitos citados acima, significa que você pode vir a ser um beneficiado do Minha Casa Minha Vida. Para se inscrever no programa você deve

  • Procurar no seu município o órgão responsável pelo programa.
  • Em seguida, você deve realizar, na sua cidade, o cadastro do CadÚnico. Esse é um cadastro social que une informações sobre famílias de renda baixa.
  • Apresente no órgão seus documentos. Estes são: o comprovante de renda familiar já mencionado, documento de identidade e CPF.

Siga os passos indicados pela assistente social. Após solicitar o seu cadastro, uma assistente social ficará responsável por lhe dar as instruções básicas para o andamento da compra. É importante seguir passo a passo.

Para saber mais sobre a sua situação familiar e valores, você pode acessar o site da Caixa Econômica. No site você pode ainda fazer simulações de subsidio de acordo com a sua renda, ou você tem a opção visitar a agência mais próxima a você.