Oportunidade para capacitar funcionários de empresas do Brasil

PRONATEC está na Copa do Mundo oferecendo para todas as empresas do Brasil oportunidades para capacitar seus funcionários por meio de cursos de qualificação profissional totalmente gratuitos em 2019 , é uma parceria entre Ministérios do Turismo e da Educação, para isso o Governo Federal criou o site www.pronateccopa.turismo.gov.br com o objetivo de preparar os trabalhadores para atender com qualidade e competência todos que visitarem o nosso País na copa do mundo.

Os cursos são destinados para quem já trabalha no ramo de turismo e para quem pretende trabalhar são mais de 44 cursos oferecidos, além das aulas de língua estrangeira como no curso gratuito de inglês, francês e espanhol os alunos também receberão auxílio transporte e auxílio refeição grátis.

Os estados contemplados no PRONATEC: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás Mato Grosso, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe.

Os cursos oferecidos são nas áreas de Ambiente e Saúde, Desenvolvimento Educacional e Social Gestão de Negócios, Turismo, Hospitalidade e Lazer, Segurança, Informação e Comunicação, Produção Alimentícia, Produção Cultural e Design.

Os empresários interessados em joga neste time devem entrar em contato com a Secretaria de Turismo de seu estado para escolher a melhor forma de qualificar seus funcionários. Empresário fale com o PRONATEC 0800 606 8484. Empresário acesse o site do PRONATEC e saiba maiores detalhes pois a sua organização não terá nenhum custo, os cursos oferecidos pelo PRONATEC são absolutamente gratuitos.

É possível conseguir financiamentos estudantis sem fazer o Enem?

Os interessados em informações sobre o FIES 2019 segundo semestre, pode obter todos dados do serviço neste artigo. Nele, criamos um guia do FIES 2019 segundos semestre, que apresenta informes sobre inscrições e as novas regras. Confira:

FIES 2019 Segundo Semestre

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa criado pelo Governo Federal com parceria com o Ministério da Educação (MEC).

Através do programa é possível financiar a graduação no ensino superior para os alunos que possui matrícula nos cursos superiores de instituições privadas.

O aluno que tem o desejo de cursar uma faculdade pode realizar o seu sonho, pois o Fies proporciona um financiamento com taxas de juros acessíveis.

A estimativa é que no próximo ano o Ministério da Educação (MEC) libere mais 300 mil novos contratos.

Inscrições

O aluno para realizar a inscrição no FIES, precisa ter uma avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). O financiamento pode ser feito pelos estudantes que são matriculados em uma instituição não gratuita.

O FIES é negado para:

  • Quem não foi selecionado pelo MEC;
  • Possui renda bruta maior a três salários mínimos;
  • Relata matrícula trancada;
  • Tenha dívida com Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
  • Fez a partir de 2010 o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e teve nota abaixo de 450 pontos;
  • Seja favorecido do Prouni (bolsa integral);
  • Usufruidor do Prouni (bolsa parcial), ou com dissemelhante do registro do FIES;
  • Aluno teve o financiamento do programa, menos o que atestar que não houve gozo.

Para fazer a inscrição para o FIES é necessário entrar no site oficial do Fies e fazer a inscrição no Sistema de Seleção do FIES (FIES Seleção).

Em seguida, o aluno deve inserir os seus dados:

  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Data de nascimento;
  • Endereço de e-mail válido;
  • Senha para acesso ao sistema.

FIES 2019 inscrições

Com os dados informados, automaticamente o aluno vai receber uma mensagem no endereço de e-mail para validar o cadastro. Em diante é possível ter acesso ao FIES Seleção, informando dados pessoais, do seu curso e instituição.

Primeiro acesso

Para o primeiro acesso, clique na imagem (abaixo) para abrir a página do cadastro do sistema. Depois confira, passo a passo como preencher.

  • Clique na imagem para entrar no cadastro do Fies.
  • Em seguida, digite seu CPF, data de nascimento, endereço de e-mail válido, e senha para sistema.
  • Depois de preencher, aperte “enviar”

No e-mail de cadastro, espere chegar uma mensagem para poder validar o seu cadastro.

No link recebido via e-mail, é possível ter acesso ao Fies Seleção e concluir a inscrição inserindo dados pessoais, do seu curso e da instituição.

Depois de o estudante ser pré-selecionado, basta acessar o SisFIES para conseguir efetivar sua inscrição, no prazo de cinco dias corridos do momento da pré-seleção. Não se esqueça de informar os dados do seu financiamento.

Com a conclusão da inscrição no SisFIES, é preciso validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na instituição de ensino em 10 dias, conforme dia posterior s sua inscrição.

Em seguida, o aluno vai ser direcionado pela CPSA da sua instituição para finalizar o financiamento.

Com a validação, é necessário que o interessado e o fiador vão em um agente financeiro do FIES (prazo de dez dias a partir do terceiro dia útil) para confirmar o financiamento.

No momento da inscrição no SisFIES, o aluno pode escolher a instituição bancária, sendo o Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Posteriormente será preciso fazer o aditamento, mas o processo pode ser feito online no site do Ministério da Educação.

Dica: os novos cadastros podem ser feitos no início do ano de 2019 no segundo semestre, mas os alunos que já apresentam contrato podem optar pelo período de renovação.

  • CPF, caso for menor e não emancipado é necessário o CPF do representante legal.
  • Documento de identificação.
  • Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA).
  • Termo de concessão ou com atualização da bolsa parcial do ProUni, se necessário.

Novas regras

Com a mudança os cursos prioritários vão ter suas vagas ocupadas na área da saúde, engenharia e formação de professores.

Os interessados que apresentam um diploma superior podem fazer o financiamento do FIES, mas é precisar se encaixar nos requisitos do edital.

Já a renda família bruta deixou de ser 2,5 para três salários mínimos.

As vagas com prioridades são para regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sendo por microrregião (caracteriza os agrupamentos dos municípios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE).

Todavia, a distribuição destas microrregiões vai seguir os critérios:

  • Demanda por ensino superior;
  • Financiamento estudantil;
  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de cada município.

Desta forma, concluímos que estas novas regras para o FIES 2019 segundo semestre irão garantir a inclusão social, além de um ensino de qualidade e correção das desigualdades sociais.