É possível conseguir financiamentos estudantis sem fazer o Enem?

Os interessados em informações sobre o FIES 2019 segundo semestre, pode obter todos dados do serviço neste artigo. Nele, criamos um guia do FIES 2019 segundos semestre, que apresenta informes sobre inscrições e as novas regras. Confira:

FIES 2019 Segundo Semestre

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa criado pelo Governo Federal com parceria com o Ministério da Educação (MEC).

Através do programa é possível financiar a graduação no ensino superior para os alunos que possui matrícula nos cursos superiores de instituições privadas.

O aluno que tem o desejo de cursar uma faculdade pode realizar o seu sonho, pois o Fies proporciona um financiamento com taxas de juros acessíveis.

A estimativa é que no próximo ano o Ministério da Educação (MEC) libere mais 300 mil novos contratos.

Inscrições

O aluno para realizar a inscrição no FIES, precisa ter uma avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). O financiamento pode ser feito pelos estudantes que são matriculados em uma instituição não gratuita.

O FIES é negado para:

  • Quem não foi selecionado pelo MEC;
  • Possui renda bruta maior a três salários mínimos;
  • Relata matrícula trancada;
  • Tenha dívida com Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
  • Fez a partir de 2010 o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e teve nota abaixo de 450 pontos;
  • Seja favorecido do Prouni (bolsa integral);
  • Usufruidor do Prouni (bolsa parcial), ou com dissemelhante do registro do FIES;
  • Aluno teve o financiamento do programa, menos o que atestar que não houve gozo.

Para fazer a inscrição para o FIES é necessário entrar no site oficial do Fies e fazer a inscrição no Sistema de Seleção do FIES (FIES Seleção).

Em seguida, o aluno deve inserir os seus dados:

  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Data de nascimento;
  • Endereço de e-mail válido;
  • Senha para acesso ao sistema.

FIES 2019 inscrições

Com os dados informados, automaticamente o aluno vai receber uma mensagem no endereço de e-mail para validar o cadastro. Em diante é possível ter acesso ao FIES Seleção, informando dados pessoais, do seu curso e instituição.

Primeiro acesso

Para o primeiro acesso, clique na imagem (abaixo) para abrir a página do cadastro do sistema. Depois confira, passo a passo como preencher.

  • Clique na imagem para entrar no cadastro do Fies.
  • Em seguida, digite seu CPF, data de nascimento, endereço de e-mail válido, e senha para sistema.
  • Depois de preencher, aperte “enviar”

No e-mail de cadastro, espere chegar uma mensagem para poder validar o seu cadastro.

No link recebido via e-mail, é possível ter acesso ao Fies Seleção e concluir a inscrição inserindo dados pessoais, do seu curso e da instituição.

Depois de o estudante ser pré-selecionado, basta acessar o SisFIES para conseguir efetivar sua inscrição, no prazo de cinco dias corridos do momento da pré-seleção. Não se esqueça de informar os dados do seu financiamento.

Com a conclusão da inscrição no SisFIES, é preciso validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na instituição de ensino em 10 dias, conforme dia posterior s sua inscrição.

Em seguida, o aluno vai ser direcionado pela CPSA da sua instituição para finalizar o financiamento.

Com a validação, é necessário que o interessado e o fiador vão em um agente financeiro do FIES (prazo de dez dias a partir do terceiro dia útil) para confirmar o financiamento.

No momento da inscrição no SisFIES, o aluno pode escolher a instituição bancária, sendo o Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Posteriormente será preciso fazer o aditamento, mas o processo pode ser feito online no site do Ministério da Educação.

Dica: os novos cadastros podem ser feitos no início do ano de 2019 no segundo semestre, mas os alunos que já apresentam contrato podem optar pelo período de renovação.

  • CPF, caso for menor e não emancipado é necessário o CPF do representante legal.
  • Documento de identificação.
  • Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA).
  • Termo de concessão ou com atualização da bolsa parcial do ProUni, se necessário.

Novas regras

Com a mudança os cursos prioritários vão ter suas vagas ocupadas na área da saúde, engenharia e formação de professores.

Os interessados que apresentam um diploma superior podem fazer o financiamento do FIES, mas é precisar se encaixar nos requisitos do edital.

Já a renda família bruta deixou de ser 2,5 para três salários mínimos.

As vagas com prioridades são para regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sendo por microrregião (caracteriza os agrupamentos dos municípios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE).

Todavia, a distribuição destas microrregiões vai seguir os critérios:

  • Demanda por ensino superior;
  • Financiamento estudantil;
  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de cada município.

Desta forma, concluímos que estas novas regras para o FIES 2019 segundo semestre irão garantir a inclusão social, além de um ensino de qualidade e correção das desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *