Comida Japonesa: 7 receitas que não podem faltar na vida de um otaku

Comida Japonesa

Comida japonesa – Assim como existem diversidades de pessoas no mundo, existem todas as categorias de receitas por aí.

Algumas pessoas podem gostar de comida italiana, mas outras podem gostar de comida japonesa.

As receitas de comida japonesa otaku são como os segredos mais bem guardados do mundo culinário.

Veja agora 7 receitas de comida japonesa que não podem faltar na vida de um otaku, mas antes:

O que é um otaku?

Otaku é um grupo demográfico amplamente incompreendido. Além disso, é frequentemente associado a entusiastas de animes e videogames socialmente desajeitados, o termo é muito mais complexo do que isso.

Mas eles podem ser qualquer pessoa apaixonada por algo, seja cultura pop, moda ou comida.

Seja como for, eles geralmente têm um interesse intenso em um tópico específico e farão o que for preciso para aprender mais sobre ele.

O que é comida japonesa otaku?

A princípio, Otaku é uma palavra japonesa que tem sido usada para descrever uma pessoa excessivamente dedicada a um hobby ou atividade, pode ser qualquer coisa, desde fandom de anime e mangá até videogames e colecionar cartas. Mas otaku geralmente gosta de atividades que são consideradas nerds por pessoas de fora, e muitas vezes têm fortes redes sociais dentro de sua subcultura.

Algumas pessoas usam o termo otaku para descrever qualquer fã obsessivo de qualquer coisa, mas o termo é mais comumente associado àqueles que são particularmente apaixonados por mangá, anime e videogame.

Veja agora as 7 receitas que todo otaku tem que experimentar e comer.

Receita 1: Okonomiyaki

Ingredientes para a nossa primeira comida japonesa

  • 1 repolho inteiro com típico corte para salada
  • 4 ovos
  • 100 g de farinha de trigo (tipo 0)
  • 10 g de tempero dashinomoto (katsuo)
  • 100 g de camarão
  • 100 g de filé de salmon
  • 1/2 cebola roxa em rings
  • Flakes de katsuo (bonito)
  • Ao-nori (algas marinha em flakes)
  • Molho para okonomiyaki ou tonkatsu (tempurá)
  • Maionese

Mode de preparo

  1. Em uma vasilha misture o repolho com os ovos.
  2. Adicione farinha aos poucos, até dar liga (fica mais saboroso com menos farinha).
  3. Caso acabe por colocar muita farinha, um pouco de água ajuda a suavizar.
  4. Com o repolho já misturado, adicione o tempero Dashinomoto.
  5. Por último, adicione o camarão e o salmão.
  6. A cebola roxa fica ao seu gosto misturar com a massa ou colocar como cobertura no final.
  7. Depois de tudo preparado, coloque em uma frigideira com um pouco de azeite de oliva (já pré-aquecido).
  8. Cozinhe com um fogo baixo para garantir o cozinhamento interno e evitar que fique com um aspecto queimado.
  9. O processo é similar ao da preparação da panqueca (necessário virar na frigideira).
  10. Com tudo já cozido, resta fazer a cobertura.
  11. Com o Okonomiyaki já no prato, espalhe maionese, uma leve quantia de molho para okonomiyaki, que pode decorar com linhas em xadrez.
  12. Por último coloque à vontade Flakes de Katsuo e Ao-nori.
  13. Pode também colocar cebolinha verde e cebola roxa.
  14. Uma forma de enriquecer este prato é servir com Yakisoba no topo.

Receita 2: Takoyaki

Ingredientes

Massa

  • 120 g de farinha de trigo
  • 30 g de maizena
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 500 ml de água
  • 1/3 do pacote de hondashi
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá de molho shoyu

Recheio

  • 200 g de polvo cozido e picado
  • 1/2 cebolinha picada
  • gengibre vermelho em conserva a gosto

Cobertura

  • molho para takoyaki
  • maionese
  • aonori
  • katsuo ralado
Modo de preparo
  1. Comece dissolvendo o hondashi na água e, em uma tigela, misture todos os ingredientes da massa
  2. Depois que virar um líquido homogêneo, deixe na geladeira por 1 hora
  3. Pré Aqueça a panela própria para takoyaki e unte ela toda com óleo
  4. Despeje a massa por todas as cavidades e, por cima, acrescente os recheios
  5. Com o auxílio de hashis, corte e vire a massa até virar bolinhas redondas e douradas
  6. Coloque em um prato, adicione as coberturas e sirva.

Receita 3: Yakissoba

Ingredientes

Molho:

  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 cebola ralada
  • 500 ml de água
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 1 pedaço de gengibre (5 cm) ralado
  • 150 ml de shoyu
  • 1 + ½ colher (sopa) de manteiga

Yakissiba:

  • 500 g de macarrão para yakissoba
  • 2 cebolas
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1/2 maço de brócolis
  • 1/2 maço de couve-flor
  • 1 pimentão
  • 2 cenouras
  • 1/2 repolho roxo
  • 500 ml do molho para yakissoba
  • 50 ml de shoyu
  • 250 g de filé de frango
  • 150 g de calabresa

Modo de preparo
Molho:

1.    Coloque a manteiga para esquentar em uma panela.

2.    Com a manteiga quente, junte a cebola e o gengibre, ambos previamente ralados e deixe refogar.

3.    Após refogá-los, junte o molho shoyu e deixe por mais um tempo.

4.    Acrescente a água (já com o amido diluído) e o açúcar e espere ferver para adquirir consistência.

Yakissoba:

1.    Cozinhe o macarrão em água salgada por 4 minutos, reserve.

2.    Em uma panela grande, coloque a manteiga e dê uma leve “fritada” na calabresa, em seguida acrescente o frango (pré-cozido) e a cebola até ambos dourarem.

3.    Rapidamente, acrescente o brócolis, a couve-flor, a cenoura, o pimentão e o repolho roxo, temperando com o shoyu.

4.    Coloque o molho para yakissoba e deixe cozinhar até os legumes ficarem cozidos.

5.    Adicione o macarrão, misturando bem e sirva logo a seguir.

Receita 4: Gyoza

Massa

  • 3 xícaras de farinha de trigo ou 2 de farinha de trigo e 1 de farinha de arroz ou tapioca
  • 1 e 1/4 xícaras de água morna
  • 1/4 colher de chá de sal

Recheio

  • 500 g de carne de porco ou boi moída (Pode ser mista porco/vaca)
  • 1 colher de sopa de molho de soja
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de vinho de arroz chinês ou xerez
  • 1/4 colher de chá de pimenta branca moída, ou a gosto
  • 3 colheres de sopa de óleo de gergelim
  • 1 talo de cebolinha, picada bem miúdo (pode ser cebola normal)
  • 1 e 1/2 xícaras de acelga picadinha (opcional)
  • 1/2 repolho picadinho
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco, picado bem miúdo ou a gosto
  • 1 dente de alho amassado
  • realçador de sabor o quanto baste (Opcional)

Modo de preparo

Discos de massa:

  1. Primeiramente, em uma tigela colocar a farinha e o sal e misturar. Acrescente a água aos poucos e vá mexendo ao mesmo tempo. Pois a massa tem que ficar homogênea e soltar da mão.
  2. Em seguida, coloque a massa em um Zipbag ou um saco plástico, feche e deixe descansar entre 30 minutos a 2 horas. Enquanto isso parta para o recheio.
  3. Se sobrar massa, pode guardar na geladeira para outro dia.

Discos de massa:

  1. Misture todos os ingredientes da massa.
  2. Faça um rolo com uma bola de massa e corte como se estivesse fazendo nhoque e faça bolinhas.Em uma mesa com farinha de trigo vá pegando as bolinhas uma a uma.
  3. Amasse com a palma da mão e com um rolinho pequeno vá dando formato de um disco de pastel, girando com uma mão e esticando com o rolo na outra mão.
  4. Outra maneira é esticar a massa com o rolo e cortar com algo circular de uns 8 cm.

Recheio:

  1. Junte todos os ingredientes em uma vasilha grande e misture tudo com as mãos até ficar uma massa homogênea.
  2. Pegue parte da massa, abra na palma da mão e coloque o recheio, feche com o pastel.
  3. Cozinhe em água fervente.

Receita 5: Arroz de Curry

Ingredientes

  • 2 cenouras descascadas e raladas
  • 1 cebola pequena picada
  • 1 ovo batido
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de arroz
  • 1 colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 colher (sobremesa) de curry
  • 1 colher (chá) de semente de chia
  • 1 colher(chá) de salsinha picada
  • 1/2 colher (sopa) de azeite
  • sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

  1. Numa tigela, bata o ovo e acrescente as cenouras raladas, a cebola, o gengibre, o curry, a chia, a salsinha, o azeite, o sal e a pimenta e misture bem.
  2. Acrescente a farinha de arroz e misture bem para dar consistência.
  3. Se precisar, acrescente mais farinha.
  4. Forre uma forma com papel alumínio e disponha os bolinhos, moldados com o auxílio de duas colheres para ficarem uniformes.
  5. Leve ao forno por, cerca de, 35 minutos.
  6. Se for forninho elétrico, use a graduação grelhar.
  7. Se for um forno convencional, regule o fogo de médio para alto.

Receita 6: Ramen

Ingredientes

  • 2 litros de água
  • 3 tabletes de caldo de galinha
  • 1/2 xícara (chá) ou 100 ml de caldo de carne de porco
  • 4 colheres (sopa) de molho shoyu
  • 600 g de macarrão (ideal o chinês para ramen, ou alguma massa mais fina, como cabelo de anjo)
  • lombo de porco cozido fatiado
  • 2 colheres (chá) de pó de kombucha (opcional)
  • broto de bambu em conserva (mesmas) a gosto (opcional)
  • kamaboko (massa de peixe) em fatias a gosto (opcional)
  • ovos cozidos cortados ao meio, quantidade a gosto (opcional)
  • sal a gosto

Como prepara essa comida japonesa

  1. Ferva a água em uma panela grande e acrescente o caldo de galinha, o molho de carne de porco, o shoyu, o pó de kombucha e o sal.
  2. Em seguida, ferva novamente, abaixe o fogo o máximo possível e prepare o macarrão.
  3. Em uma panela separada, coloque uma grande de água fervendo e acrescente o macarrão.
  4. Apenas cuide para não ficar muito mole, retire e escoe.
  5. Dívida então o macarrão em 4 tigelas grandes previamente aquecidas.
  6. Em seguida, cubra o macarrão com a sopa (as tigelas são grandes, mas, caso queira, é só pôr em pratos convencionais em uma quantia menor).
  7. Em cada tigela acrescente a metade ou 2 de ovo cozido e o broto de bambu em conserva, procurando pô-los delicadamente no centro da tigela.
  8. Em seguida, coloque as fatias de carne de porco, de kamaboko e acrescente a pimenta a gosto.

Receita 7: Sushi

Ingredientes

  • 4 xícaras de arroz japonês, encontrado em lojas especializadas
  • 5 xícaras de água para cozimento
  • 4 colheres de sopa de vinagre de arroz para sushi encontrado em lojas especializadas
  • 1 pacote e algas desidratadas para enrolar nori
  • 2 pepinos
  • 2 cenouras
  • Tirinhas de salmão
  • Folhas de alface

Para o molho do arroz:

  • 2 colheres de sopa de saquê doce mirim
  • 4 colheres de chá de açúcar branco
  • 2 colheres de chá de sal
  • Wasabi em pasta se desejar

Modo de preparar essa deciosa comida japonesa

  1. Corte os pepinos e as cenouras em tiras e deixe em molho na água com uma pitada de sal.
  2. Faça o arroz temperado com o sal.
  3. Para o tempero do arroz misture tudo numa tigelinha ou copo.
  4. Transfira o arroz cozido para uma tigela grande.
  5. Aos poucos acrescente o molho de sushi, com a ajuda de uma colher de pau vire o arroz, sem mexer muito.
  6. Deixe esfriar.
  7. Forre a esteira para sushi com o plástico filme.
  8. Coloque folha de alga com a parte mais áspera para cima.
  9. Umedeça a palma das mãos para o arroz não grudar.
  10. Preencha a alga com uma camada de arroz de aproximadamente 1 cm uniformemente, comece pelo meio da alga e espalhe, lembrando sempre de deixar 1 cm de sobra da alga para ter uma finalização elegante.
  11. Após isso espalhe um pouco de wasabi no centro do arroz de ponta a ponta, a quantidade e a gosto, lembrando que wassabi é forte, a quantidade de um grão de feijão é o suficiente, fica leve e dá um gostinho especial ao sushi.
  12. Coloque 1 tira de pepino, 1 de cenoura, 1 de salmão e 1 folha de alface.
  13. Enrole com o auxílio da esteira e com a ponta dos dedos como se fosse um rocambole, lembrando de tirar a esteira conforme a alga cola no arroz.
  14. No final passe um pouco de água na alga e cole na própria ficará perfeito.
  15. Mergulhe a faca no copo com água e corte em rolinhos em um único corte para não amassar o sushi, comece cortando pelo centro,assim eles ficarão da mesma altura.
  16. Coloque em uma travessa e decore a seu gosto.
  17. Servir com um pequeno prato de molho shoyu.

Neste artigo, compartilhamos com você 7 receitas de comida japonesa que todo otaku deveria experimentar pelo menos uma vez na vida!

Quer ver mais receitas aqui!

Relacionados

Olá...
Sou a Manuella Rizi!

Não tenho a pretenção de ser uma chefe de cozinha, apenas gosto de cozinhar e aprendi tudo de maneira autoditada.

Penso que os autodidatas tendem a não ficar presos em seus pensamentos e ideias. Eles não têm filtros para certo e errado, então, eles tendem a pensar fora da caixa, por assim dizer. Grandes coisas podem acontecer a todo momento! Mas não se trata de uma competição, apenas quero ser fiel às minhas ideias e ao meu público. Isso me faz feliz.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ 59 = 69